Categorias
Contos

Comichão

Paciência. Respira. Finge que não é com você. Ignora o comichão do braço direito. Respira. Logo você, ansiosa, ter que lidar com isso. Logo no membro mais útil. Paciência. Disseram que é emocional, não há o que fazer — só esperar. Não coça! Vai que espalha para o resto do corpo? Respira. Paciência. Uma hora […]

Categorias
Crônicas

Para marcar o tempo [5]

Recebi um abraço frouxo quando precisava ser abotoada. Nesses dias de pandemia, não há muita gente com quem eu me arrisque. Mas a minha urgência foi desprezada e eu senti frio pela distância. Disso eu vou lembrar por algum tempo.

Categorias
Crônicas

Para marcar o tempo [4]

Hoje acordei cantando Desculpe o Auê e me consolei imaginando que tenho algo em comum com Ritinha. Foi ciúme, sim. Perdi a cabeça. Esqueça. E uma coisa me levou a outra: lembrei que Machadinho também era assim. Nunca erraram.