Uma teoria

Só podemos nos permitir ter aquela sensação de pertencimento a algo, como um grupo de amigos, de trabalho, de estudos. Os amores devem ser enxergados como possibilidades, sempre, e não como pertencimento. Mesmo casados, dividindo uma casa e uma família.

Os amigos não têm medo de perder outras oportunidades, eles se relacionam juntos. Os amigos não se sentem presos, eles buscam liberdade juntos. E querem estar juntos porque se reconhecem ali, apenas. Se não se reconhecerem, partem para outra amizade.

O amor quer pertencer sem ser pertencido. A amizade, sem amor, sabe que o pertencimento não existe. O amor quando falha causa mágoa profunda. A amizade quando falha pode ser compreendida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *