• Sem categoria

    Paciência

    Num hospital de atendimento de emergência ortopédica, ainda cedo pela manhã, havia alguns senhores e senhoras de idade, um menino com o braço quebrado e uma moça acompanhada do seu pai. A espera por atendimento na recepção era de mais ou menos uma hora. As pessoas chegavam, entregavam a carteira do plano de saúde e a identidade, sentavam-se para aguardar serem chamadas e preencher uma ficha, para então aguardar pelo atendimento. A moça, Marina, estava ali com dor na coluna lombar que aparentemente surgiu do nada, mas já era velha conhecida. Ele teve um episódio de crise aos vinte e poucos anos que agora, aos quase trinta, parecia que ia…

  • Contos

    A única certeza

    Há momentos da vida em que é preciso ter a sensação que você está prosperando, indo de encontro a tudo o que lhe prometeram e lhe é cabido. Mas quando você rema, rema e não sai do lugar, como lidar? Foi assim que Fabrício estava se sentindo depois de ter recebido um telefonema que o deixou sem chão por alguns segundos. Aquele estava sendo um dia exaustivo, ele passou a manhã numa reunião improdutiva que só lhe rendeu um pensamento “quanto dinheiro parado”. Foi ideia dele chamar o cliente para conversar porque não era possível que o pagador estava “teimando em fazer errado”. Queria explicar a melhor forma de resolver…

  • Crônicas,  Cultura

    Salvem as comédias românticas!

    Comédia romântica é o meu gênero de filme preferido. Sim, eu não tenho vergonha de assumir isso em voz alta numa roda com os amigos. E na falta de novas comédias românticas para assistir eu fico reassistindo as antigas que guardo num espaço carinhoso na minha memória. Já perdi as contas de quantas vezes vi De repente é amor, E se fosse verdade, Como se fosse a primeira vez, Orgulho e Preconceito — essa última eu revejo sempre que preciso de apoio emocional, ou seja, praticamente a cada TPM. O problema é que parece o gênero caiu em desuso. Não sei se por conta da má qualidade das comédias românticas…

  • Inspire pessoas

    Bom para o fim de semana

    Bom dia, sexta-feira tão aguardada depois de uma semana caidinha (se você é dosoróscopo, talvez você entenda o que eu estou falando…)! Pelo menos, a gente movimenta as coisas com séries, textos e alguma música. Separei alguns links bacanas para inspirar o fim de semana e fazer carinho na mente. Tem futebol, consumo consciente, meditação, comédia e Dave Matthews Band (💜).

  • Crônicas

    Hard Knock Wife, um show sensacional de Ali Wong

    Não sou de ver TV, nem mesmo Netflix. Mas há momentos em que nada mais me resta. Num deles eu descobri o último show de stand up de Ali Wong “Hard Knock Wife”, que quase me fez mijar de tanto rir. Ali é uma oriental de um metro e meio, cabelos longos e uma enorme barriga – na época em que foi lançado o programa ela estava grávida do seu segundo filho. Isso me fez ficar curiosa sobre o show imediatamente.